sábado, 16 de junho de 2012

SIDNEY LEITE DESAFIA PREFEITO BELEXO A DENUNCIÁ-LO PARA O MPE‏

Matéria de Em Tempo - 12-06-12
Extraído do Blog do Mackson Milton


Chegou a hora da verdade!!!

Esta é a granbde oportunidade que agora tem o prefeito Belexo, que outrora já mentiu para o TCU tentando limpar o nome do ex-prefeito Leite, e honrar seu nome, falando a verdade para o povo de Maués, bem como formalizar como cidadão de bem qual professa ser, para o Ministério Público não perder tempo sobre as falcatruas que falou em entrevista de rádio no dia 22/05/2012.

Em matéria publicada nesta sábado pelo Jornal Amazonas em Tempo, o então ex-prefeito de Maués e então deputado Leite desafia o atual Prefeito Belexo de Maués à denunciá-lo para o MPE sobre as denúncias de desvio de R$=1.000.000,00 (HUM MILHÃO DE REAIS) do Município de Maués relativo ao Convênio Federal para Construção de casas populares no bairro Senador Jose Esteves.

Leite ainda disse "que não iria bater boca com o prefeito, pois ele como autoridade deveria buscar os meios legais,se acreditava que desviou verba pública". "Que ele vá ao Ministério Público do Estado (MPE). e faça a sua denúncia"., disparou.

O Povo de Maués espera realmente que o prefeito Belexo não assine seu DECRETO de Homem Mentiroso, ficando para posteridade conhecido como tal. Espera-se que faça a denúncia ao Ministério Público, uma vez que não podendo se deslocar até a Capital do Estado para fazê-la, o Ministério Público através da CAO-CRIME estará em Maués durante o mês de julho do corrente ano, recebendo toda e qualquer denúncia vinda da população.
É a grande oportunidade de fazer a denúncia; a não ser é claro, que tenha que se ausentar do município para ir a Brasília tratar dos interesses públicos e da municipalidade, não é mesmo??? Aí estará sentenciado o seu Decreto... Prefeito Belexo!!! Faça a justiça pelo seu povo, que acreditou em voce! E como voce mesmo diz "que tanto os ama"!!!

Comentário de responsabilidade de Mackison Milton (ex-vereador de Maués 2001/2004). Manaus, 16/06/2012.

Um comentário:

Comente essa matéria.Comentários alheios ao assunto ou que agridam a integridade moral das pessoas, palavrões, desacatos, insinuações, serão descartados.

SIGA ESTE BLOG